Matéria publicada em 22/08/2019


Planos fechados de previdência privada rendem até 57% a mais que bancos

Informação é resultado de pesquisa feita pela Anapar

Comparação feita pela Anapar, Associação Nacional dos Participantes dos Fundos de Pensão, apontou principais diferenças de rentabilidade entre planos de previdência privada abertos e fechados. Os fechados, comercializados por empresas, sindicatos, associações ou cooperativas, podem ter rendimento de até 57% a mais.

Essa diferença é justificada pelo fato dos planos abertos, oferecidos por instituições bancárias ou seguradoras, terem propósito de gerar lucro e remunerar capital de investidores. Por isso, as taxas são excessivas e cobranças por administração e carregamento tendem a ser maiores. Assim, o resultado é uma baixa rentabilidade, já que apenas parte do rendimento do investimento vai para o participante da previdência privada.

Na contramão, os planos de previdência privado fechados, também chamados fundos de pensão, não têm fins lucrativos. Assim, conseguem cobrar menores taxas de administração e carregamento, e revertem 100% da rentabilidade obtida nas aplicações para a conta dos participantes da previdência privada.

Além disso, planos fechados de previdência privada têm tanta segurando quanto os abertos, já que são todos regulados por lei e com segurança financeira garantida pelo Governo Federal, por meio da Previc, Superintendência Nacional de Previdência Complementar.

Por que jovens devem investir em previdência privada?

Com incertezas na previdência do país, investir em planos privados a partir dos 25 anos pode ser solução para não temer a Reforma da Previdência


A CargillPrev está modernizando seus planos para atendê-lo cada vez melhor!

Faça o seu recadastramento até o dia 31/10!


Direto ao ponto